É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

LUÍS NETO VIVEIROS AFIRMA QUE “ENTUSIASMO DAS PESSOAS” É MOTIVADOR PARA A CAMPANHA SOS CAGARRO

Sexta-Feira, dia 17 de Outubro de 2014

HORTA – O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente afirmou, na Horta, que o “entusiasmo” das pessoas é um elemento motivador na Campanha SOS Cagarro, cujo início foi assinalado quarta-feira à noite com uma ação de sensibilização aos automobilistas.

Luis Neto Viveiros destacou o entusiasmo dos participantes nesta ação, em particular dos elementos do Agrupamento de Escuteiros da Ribeirinha, mas também das pessoas abordadas, que manifestaram interesse em “perceber do que se trata”, constatando que algumas revelaram já ter participado em salvamentos de aves.

“Isso para nós é motivante e anima-nos a prosseguir”, afirmou Luís Neto Viveiros, em declarações à margem desta ação de sensibilização, que contou com o apoio da GNR e da PSP, assegurando que o Governo dos Açores continuará a promover esta campanha.

A Campanha SOS Cagarro, que pretende incentivar a participação ativa da população de todas as ilhas, bem como das entidades e organizações locais, foi realizada pela primeira vez em 1995, sendo atualmente considerada um exemplo de sucesso de participação cívica no âmbito da conservação da natureza.

O Governo dos Açores e os seus parceiros nesta campanha, com o objetivo de apelar também à participação esclarecida da comunidade estrangeira residente e dos turistas, disponibilizam toda a informação sobre esta iniciativa em inglês, no endereço eletrónico http://www.azores.gov.pt/Gra/dram-soscagarro/menus/secundario/english/ e em material de divulgação.

Pretende-se, assim, que a Campanha SOS Cagarro também se assuma como uma atividade participativa de eco-turismo, promovendo a sua sustentabilidade e a promoção do arquipélago, através de ações inclusivas de conservação ambiental.

Nesse sentido, os agentes turísticos são convidados a divulgar esta campanha, permitindo desta forma que os turistas possam participar ativamente na campanha, contribuindo para a proteção desta emblemática ave marinha da Região.

Os cagarros começam a reproduzir-se, em média, com oito ou nove anos de idade e fazem uma postura de apenas um ovo por ano, sem possibilidade de efetuar postura de substituição no caso de fracasso durante a incubação ou período de alimentação da cria.

Durante os meses de outubro e novembro, os juvenis começam a abandonar os ninhos e, no seu primeiro voo, podem ficar desorientados por luzes fortes, correndo o risco de cair em locais expostos, o que os torna vulneráveis a diversos perigos, nomeadamente ao atropelamento por veículos.

A Campanha SOS Cagarro, que decorre até 15 de novembro, pretende minimizar o impacto das atividades humanas nos juvenis de cagarros, permitindo que eles possam fazer a sua migração de milhares de quilómetros para as zonas de invernagem e, um dia, regressar às suas ilhas de origem para se reproduzirem.

As brigadas e ações de sensibilização ensinam como recolher os cagarros juvenis e onde os entregar para posterior libertação, sendo facultadas caixas aos automobilistas.

Para saber como participar, os voluntários podem contactar o Parque Natural da sua ilha, consultar a página da Internet em soscagarro.azores.gov.pt ou utilizar o endereço eletrónico cagarro@azores.gov.pt.

A operacionalização da Campanha SOS Cagarro, nas suas diversas vertentes, envolve as secretarias regionais do Mar, Ciência e Tecnologia e da Agricultura e Ambiente, além da Azorina, S.A..

 

Fonte: Local.pt

http://local.pt/portugal/acores/luis-neto-viveiros-afirma-que-entusiasm%E2%80%8Bo-das-pessoas-e-motivador-para-a-campanha-sos-cagarro/

 

 

 




Quiosques de Turismo




Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados