É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

Férias de Páscoa podem gerar mais turistas e menos receitas

Sexta-Feira, dia 15 de Abril de 2011

De acordo com Barómetro Academia do Turismo, a situação político-económica do país não deve afectar desempenho turístico. Crise em África é oportunidade para sector

De acordo com o Barómetro Academia do Turismo, do Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), é de esperar que as férias de Páscoa que se avizinham atraiam mais turistas estrangeiros até ao território nacional, em comparação com o período homólogo do ano transacto. Apesar do previsível aumento do número de visitantes, o painel perspectiva uma quebra no volume de receitas angariadas durante este período. A maioria (54,3 por cento) considera que o mercado interno será o principal responsável pela retracção dos proveitos e pelo comportamento menos positivo do Turismo nacional nesta época do ano.

Dois terços dos inquiridos consideram que a chegada de turistas estrangeiros ao longo do presente ano em nada será prejudicada pelo actual clima político-económico que assola o país. Opinião contrária defende 34,4 por cento do painel, para quem a dissolução da Assembleia da República, a par do défice orçamental e dos elevados juros da dívida pública, são motivos de força maior para que, em 2011, o Turismo nacional possa ficar aquém dos resultados alcançados no ano anterior.

 

Crise no Norte de África é esperança para 2011

O painel não tem dúvidas de que os conflitos registados desde o início do ano no Norte de África e, mais recentemente, no Médio Oriente abrem uma nova oportunidade de crescimento no sector. Para a esmagadora maioria dos inquiridos (87,1 por cento), Portugal pode tirar partido da proximidade geográfica e até do Turismo de Sol e Mar praticado para se assumir como um destino alternativo para gozar férias.

Apesar das previsões de crescimento serem tímidas, o nível de confiança depositado no Turismo português mantém-se em território positivo. Numa escala de 0 a 100, o índice de confiança médio situa-se actualmente nos 61,1 pontos percentuais, caindo mais de dois pontos percentuais face a Dezembro de 2010. Nos últimos 12 meses, o último mês de 2010 foi mesmo aquele em que a confiança dos profissionais no desempenho do Turismo atingiu o patamar mais elevado.

 

 

 

Fonte: Observatório do Turismo dos Açores, 15-04-2011

http://www.observatorioturismoacores.com/noticia.php?id=1163

Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados