É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

INVENTARIAÇÃO E SALVAGUARDA DAS RELHEIRAS NOS AÇORES

Sexta-Feira, dia 30 de Outubro de 2015

A proposta do Grupo Parlamentar do CDS-PP que visa a identificação e preservação das relheiras dos Açores e a sua potenciação como produto turístico específico da Região foi, esta quinta-feira, aprovada, por unanimidade, na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.
A Deputada Ana Espínola afirmou, na apresentação da iniciativa, que com “o Projeto de Resolução pretende-se dar um triplo contributo ao desenvolvimento dos Açores: cultural, ambiental e turístico”, salientando que o objetivo “é a possibilidade de proteção de marcas do nosso passado das quais ainda sobram vestígios importantes, em várias ilhas”.
“Estamos a falar de preservar verdadeiros testemunhos do nosso passado, que poderão ser valorizados e tornados num produto turístico distinto da nossa Região, contribuindo com um novo produto que possa esbater a sazonalidade desta importante atividade económica. Chegados aos dias de hoje em que tanto se fala de turismo sustentável e de atrações turísticas nada como preservar o que ainda sobra dos nossos antepassados e no nosso pretérito coletivo. Perante as diligências que aqui se recomendam executar estamos a falar de um pequeno custo para o Governo, mas de um significativo investimento para a Região, tendo em conta o possível retorno que a criação de um novo produto turístico poderá ter nas pequenas economias locais onde existam relheiras”, consideram os populares açorianos.
As relheiras existentes em quase todas as ilhas dos Açores são constituídas por sulcos paralelos no basalto duro provocados, ao longo dos tempos, pelos cravos dos rodados dos carros de bois, com carretos diversos.
Na ilha Graciosa existem ainda em alguns lugares, como por exemplo na Baía do Filipe e no Bom Jesus.
 
 
 
 
 
Fonte: Rádio Graciosa;
http://www.radiograciosa.com/




Quiosques de Turismo




Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados