É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

Pollo, The Gift e Carminho marcam presença este fim-de-semana no Festival Lagoa ComVida

Quarta-Feira, dia 29 de Junho de 2016

The-Gift 2 Nos dias 1, 2 e 3 de Julho, na cidade de Lagoa, arranca mais uma edição do Festival Lagoa ComVida que decorrerá na frente Marítima do Portinho de São Pedro e, de acordo com a autarquia, contará com muitas novidades, entre as quais, a disponibilização de WiFi gratuito para todos os festivaleiros.

O Festival Lagoa ComVida terá como cabeças-de-cartaz este ano a banda internacional Pollo que subirá ao palco a 1 de Julho, os portugueses The Gift que irão actuar a 2 de Julho, estando reservado para 3 de Julho a actuação da fadista Carminho.

As bandas locais também farão parte do festival com a presença de Urkesta Filarmoka a 1 de Julho, os Deep Blue Project no dia 2 de Julho e Romeu Bairros no dia 3 de Julho. 

Está também programada a presença de Dj´s como D´Machine (DJ oficial de Anselmo Ralph), Dj Steven Rod e o DJ regional Freesould.

Estão previstas muitas outras actividades que serão conciliadas com o festival, nomeadamente a realização de um trilho pedestre à Janela do Inferno, uma mega aula de zumba, algumas actividades náuticas e passeios de BTT, bem como o espectáculo infantil Sónia e as profissões.

 

Sobre os cabeças-de-cartaz

 

Pollo - Com mais de 100 milhões de acessos no Youtube, nove videoclipes gravados, a banda Pollo é a sensação do momento. É formada por Adriel (22), Tomim (22) e DJ Kalfani (17), três jovens do bairro de Pirituba, periferia da zona oeste de São Paulo. Pollo é fenómeno de acessos na internet. O videoclipe do primeiro sucesso, ‘Piritubacity’, tem quase 14 milhões de visualizações. Juntos há três anos, os rapazes cantam Rap alternativo, com influências do Hip Hop da Filadélfia e outras regiões americanas.

The Gift - Nascidos em 1994, os The Gift surgiram inicialmente como projecto paralelo dos Dead Souls, banda de então de Nuno Gonçalves e Miguel Ribeiro. A evolução de um projecto para o outro aconteceu de forma natural, uma vez que sentiam que a sonoridade dos Dead Souls estava limitada aos instrumentos que utilizavam (guitarra, bateria, baixo e ukulele), e a urgência em experimentar novos sons e partir para novos horizontes musicais era cada vez maior. Assim, o que começou por ser um projecto secundário de ambos os jovens a darem os passos iniciais na música, foi crescendo e ganhando maior importância na vida destes.

De dois, os The Gift passaram a uma banda de quatro elementos com a entrada de Ricardo Braga e de Sónia Tavares para vocalista.

Carminho - Em 2009, Carminho cantava o “Fado” que era o seu fado desde muito nova. Desde que ouvia os discos que os pais tinham, que acompanhava as tertúlias fadistas que se faziam lá em casa, desde que começou a cantar, ainda adolescente, na Taverna do Embuçado. Esse “Fado” era o título de um primeiro álbum que esteve entre os mais aguardados discos da nova geração de fadistas.

E o seu “Fado” tornou-se num dos mais aclamados álbuns de 2009. Disco de Platina – resultado invejável para um disco de estreia - “Fado” abriu os corações de Portugal à voz de Carminho, e as portas do mundo ao seu talento: melhor álbum de 2011 para a revista britânica “Songlines”, actuações nas principais capitais europeias, no Womex 2011 em Copenhaga e na sede parisiense da UNESCO no âmbito da candidatura do Fado a património mundial, o convite para participar no disco de Pablo Alborán que se tornou num fenómeno de popularidade em Espanha e Portugal.

Era já tempo do “Fado” ter sucessor à altura. E ele aí está. A 5 de Março, Carminho revela-nos a sua “Alma” em 15 novas gravações, de novo com produção e direcção musical de Diogo Clemente.

 

 

Fonte: Diario dos Açores

http://www.diariodosacores.pt/index.php/sociedade/6862-pollo-the-gift-e-carminho-marcam-presenca-este-fim-de-semana-no-festival-lagoa-comvida

Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados