É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

Emigrantes devem aproximar-se dos Açores

Terça-Feira, dia 30 de Agosto de 2011

Para tal "o Governo Regional tem a obrigação de conseguir passagens mais baratas entre os Açores e a América do Norte”, afirmou Berta Cabral.
A presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada exortou ontem os açorianos da diáspora a vencerem um duplo desafio: a afirmação da comunidade na América e a aproximação da comunidade aos Açores.
“A melhor maneira de celebrar o passado é preparar o futuro”, considerou a dirigente açoriana para justificar que “devemos agora conjugar todos os esforços para afirmarmos a nossa comunidade na sociedade de acolhimento e, ao mesmo tempo, para aproximarmos essa mesma comunidade da sua terra de proveniência”.
Na opinião de Berta Cabral, “o grande passo para afirmar efectivamente a comunidade açoriana na sociedade americana é dado através da educação”. “É através da educação que crescemos e que nos afirmamos”, acrescentou, dirigindo aos açorianos emigrados um apelo dedicado às futuras gerações: “Dêem o máximo de educação possível aos vossos filhos”.
Berta Cabral considerou igualmente que a afirmação da comunidade passa também pelo domínio simultâneo das duas línguas, o português e o inglês, como sendo “uma mais-valia que podemos e devemos saber aproveitar”. “Podemos apostar na aprendizagem do português, para afirmar a língua materna que muito honra a nossa identidade cultural, e devemos dominar o inglês, para mais facilmente nos integrarmos na sociedade americana”, afirmou, para concluir: “O português e o inglês são duas línguas muito faladas no mundo inteiro e essa é uma vantagem que nos assiste”.
Prosseguindo, a presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada disse ainda que “todos os dias todas as pessoas me falam nisso e quero garantir-vos que partilho convosco essa preocupação: o Governo Regional tem a obrigação de conseguir passagens mais baratas entre os Açores e a América do Norte”, afirmou Berta Cabral.

A melhoria das acessibilidades entre a Região e as comunidades açorianas, desde logo com a redução das tarifas aéreas, “é o primeiro grande passo que deve ser dado para aproximar os açorianos espalhados pelo mundo”, considerou a responsável política. “Temos uma terra que merece ser visitada e isso não se consegue só com boas intenções”, disse.

 

Fonte: Jornal Diário, 30-08-2011

 http://www.jornaldiario.com/ver_noticia.php?id=36896&d=1

 




Quiosques de Turismo