É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

FILMADO NA TERCEIRA Jogo Duplo exibe-se em Lisboa e Porto

Quinta-Feira, dia 01 de Setembro de 2011

Após uma última homenagem aos actores da ilha no dia 2 e 3 de Setembro as 21.00 horas no Auditório Ramo Grande , na Praia da Vitória, onde foram gravadas várias cenas da longa-metragem  Jogo Duplo. o realizador italiano Alberto Anzani estreia a película no continente pela primeira vez nas seguintes datas LISBOA - dia 6 de Setembro 2011 as 21.30 horas no Cinema Espaço Nimas, Avenida 5 de Outubro 42b PORTO- dia 8 de Setembro 2011 as 22.00 horas no Cinema Passos Manuel, Rua Passos Manuel 137 (Coliseo).

A comédia Jogo Duplo trata da história de dos irmãos gémeos: um escritor Vittorio Ferrari, endividado pelo vício do jogo e um chef de cozinha, Valerio Ferrari que irão apaixonar-se pela mesma mulher, Isabel, uma terceirense noiva de um toureiro da ilha. Nas peripécias acabarão por trocar identidade, assistir ao próprio funeral e arruinar um casamento, antes de entender o que realmente vale ganhar na vida.

Uma divertida co-produção italo-portuguesa dupla em termos de cenários, diálogos em língua originais e casting. “A Macaronésia deve ter a ver com o macarrão italiano...” ironiza o jovem cineasta italiano.

Pois não faltam nessa produção boas receitas de cozinha e expressões idiomáticas bem hilariantes. Valter Peres, Duarte Trindade, Sandra Meneses e o próprio realizador Alberto Anzani nos panos dos dois personagens principais, os dois gémeos de Jogo Duplo já provocaram curiosidade e risadas pelo arquipélago.

O acolhimento do público na estreia na ilha Terceira foi de bom auspício: casa cheia, gargalhadas e palmas para uma comédia engraçada gravada entre a Itália e os Açores. “Sinto-me como o menino de Nuovo Cinema Paraíso do realizador Giuseppe Tornatore, a correr de teatro em teatro nesse périplo para mostrar o filme.

O facto que seja o mar a abraçar e ligar estas salas de cinema não deixa de ser poético como as viagens de bicicleta do filme nesta moderna navegação.” Também os atores açorianos envolvidos na obra vão ter os seus palcos no estrangeiro, longe e perto dos próprios horizontes, assim como para os atores italianos. E' uma troca gratificante. “Acho que o potencial para realizar cinema nos Açores, e em Portugal seja muito alto, com boas histórias autóctones para contar, cenários encantadores e óptimos actores”. Para fazer cinema hoje? “Só precisa-se duma grande dose de coragem, um bom bocado de gás e como dizia Federico Fellini “manter os pés bem plantados nas nuvens.”

A película recentemente impressa em Roma na Techinicolor é a segunda obra do realizador italiano Alberto Anzani, que já recebeu reconhecimentos da crítica e do público com o filme Sul conforme divulgado também em vários Festivais Internacionais. Na longa-metragem que começou a ser rodada em Junho do ano passado nos arredores de Praia da Vitória, Porto Martins e Angra do Heroísmo, património da humanidade, se destacam válidos atores açorianos como Valter Peres, no papel de João, um marido ciumento, Duarte Trindade, no papel dum padre engraçado, Raquel Pinheiro, irmã da Isabel, a esposa terceirense, interpretada por Sandra Meneses, Ildeberto Toste Pamplona, Maria Lúcia Sousa, pais do João, Ricardo Martins, Eduardo Contente, nos papeis de pescadores, os músicos Antero Ávila, Evandro Machado, Márcio Cota, Bráulio Brito. Outros cenários do filme envolvem na Itália o Lago de Como, o maior Casino d'Europa em Campione d'Italia, e o Ippodromo em Milão onde se encontra o famoso cavalo de bronze de Leonardo da Vinci. Os atores italianos William Angiuli, nos panos de um rústico usurário mafioso, Pamela Cufaro no papel de Iris, escort do boss e loira fatal e Francesco Mandolese no papel de um Inspector de Policia napolitano, perseguido pela mãe com o vício das receitas, completam um cast de novas promessas do cinema internacional.

O filme Jogo Duplo teve o apoio institucional da Direcção Regional do Turismo e Cultura do Governo dos Açores. No Outono a película, em conjunto com as belezas dos Açores, vai ser divulgado também nos principais festivais internacionais. Alberto Anzani esta a escrever também um romance baseado nessa história.

Fonte: A União, 01-09-2011

http://www.auniao.com/noticias/ver.php?id=25088