É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

Berta Cabral quer passagens mais baratas

Segunda-Feira, dia 05 de Setembro de 2011

A presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, que se deslocou ao Canadá, defendeu uma “aposta efectiva” na melhoria das acessibilidades entre os Açores e as comunidades açorianas.

Mais de mil açorianos participaram domingo, em Winnipeg, na II Grande Festa do Espírito Santo da Associação Portuguesa de Manitoba. A presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, que se deslocou ao Canadá como Convidada de Honra destas festas, defendeu uma “aposta efectiva” na melhoria das acessibilidades entre os Açores e as comunidades açorianas radicadas na América do Norte.

“É essencial que as viagens sejam mais baratas para que as nossas famílias emigradas possam visitar mais vezes a sua terra natal”, afirmou Berta Cabral na intervenção de encerramento das festas de Winnipeg, partilhando assim uma preocupação que lhe tem sido manifestada pela comunidade local.

“Da parte dos Açores temos muito gosto e muito interesse que nos visitem, por razões afectivas mas também por razões económicas”, disse a responsável autárquica, para recordar que “temos na América do Norte cerca de um milhão de açorianos e seus descendentes”. Este mercado “pode e deve ser encarado como uma aposta estratégica para o turismo nos Açores”, concluiu.

Na sua mensagem final aos açorianos do Canadá, Berta Cabral considerou que “os portugueses têm todas as razoes para terem orgulho nas suas raízes”. Por isso, acrescentou, “temos a obrigação de transmitir aos nossos filhos e aos nossos netos a identidade cultural que nos distingue e valoriza”. No mercado global em que vivemos, “o que verdadeiramente nos distingue é a nossa identidade cultural”, disse.

A este propósito, a presidente da Câmara Municipal reafirmou que o futuro da comunidade de Winnipeg, como de todas as comunidades açorianas em geral, “deve passar pelo duplo desafio de se afirmarem na sociedade de acolhimento e, ao mesmo tempo, de se reaproximarem da sociedade de origem”.

 

 

 

 

 

Fonte: Jornal Diário, 05-09-2011

 http://www.jornaldiario.com/ver_noticia.php?id=36982

 




Quiosques de Turismo




Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados