É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

Conferência Metropolis hoje em P. Delgada

Terça-Feira, dia 13 de Setembro de 2011

Este, que é o maior evento mundial na área das migrações, contará com a presença do Presidente do Governo Regional e terá lugar no Teatro Micaelense.

O Presidente do Governo dos Açores, Carlos César, preside à Sessão de Abertura da 16ª Conferência Internacional Metropolis, que se inicia hoje no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada.

A Conferência Metropolis, o maior evento mundial na área das migrações, “criado para debater e unir pesquisa, políticas e práticas sobre migração e diversidade, decorre até ao próximo dia 15 e que conta com a participação de mais de 600 especialistas, oriundos de cerca de 80 Países, coloca os Açores e a Cidade de Ponta Delgada no centro mundial da reflexão e debate acerca do futuro das migrações.

Para o Secretário Regional da Presidência a realização desta Conferência Internacional “resulta de um esforço bem-sucedido do Governo dos Açores, já que não é tradição que ela se realize fora das grandes capitais europeias e mundiais. Até agora realizou-se em cidades como Washington, Berlim ou Haia”.

André Bradford sublinha que “O Governo dos Açores desenvolveu intenso trabalho junto da organização da Metropolis para demonstrar e convencer que os Açores eram capazes de organizar um evento com esta grandeza”, acrescentando que, para além disso, “a nossa Região entende ter um contributo fundamental para dar, não só pela sua localização geoestratégica, mas também porque, em termos de migrações, os Açores têm uma tradição de políticas públicas que importa dar a conhecer neste tipo de forums”.

O governante realça a “peculiaridade das tradições migratórias” que historicamente, conforme diz, colocam o povo açoriano “como um povo que emigrou em vagas sucessivas, por razões diversas, para o continente americano, particularmente para os EUA e Canadá”.

André Bradford evidência o facto da tradição de emigrar “estar inscrita na essência do ser açoriano e isso ajudou a explicar e a fazer perceber a quem tinha que decidir que os Açores era o local ideal para a realização da 16ª Conferencia Internacional Metropolis”.

Os Açores vão participar nos trabalhos da Metropolis, segundo André Bradford, numa dupla vertente: por um lado “mostrando o que fazemos há décadas em termos de políticas de migração, particularmente no que diz respeito aos emigrantes”, acrescentando que nesta área “temos bons exemplos”, entre os quais destaca: “a rede de Casas dos Açores que é algo que julgo não existir em outras partes do mundo, para além da maneira com temos organizado as nossas respostas à multiplicidade dos desafios colocados pela problemática da emigração”.

A outra vertente destacada por André Bradford é o interesse que os Açores têm em debater “os novos desafios que se colocam a quem tem que decidir e a quem tem que analisar cientificamente estas questões para ajudar a decidir, nomeadamente o relacionamento das novas tecnologias com as migrações; as questões que se prendem com as novas mobilidades e o processo migratório” concluiu.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Jornal Diário, 13-09-2011

http://www.jornaldiario.com/ver_noticia.php?id=37104




Quiosques de Turismo




Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados