É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

DE 23 A 25 DE SETEMBRO Jornadas Europeia do Património com 31 eventos nos Açores

Sexta-Feira, dia 16 de Setembro de 2011

Das 590 actividades previstas no âmbito das Jornadas Europeias do Património 2011, que decorrem a 23, 24 e 25 de Setembro, 31 desenvolvem-se em oito das nove ilhas. Coordenadas pelo Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR), as iniciativas envolvem cerca de 500 entidades pública e privadas. “Património e Paisagem Urbana” é a temática da presente edição que vai promover visitas às urbes, conferências, concursos, exibições, entre outros. 

“Cerca de 500 entidades públicas e privadas distribuídas por 146 concelhos/localidades, incluindo as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, irão realizar 590 actividades – cerca de 73 exposições, 70 conferências, 67 ateliers e workshops educativos, 65 espectáculos, 15 concursos de fotografia e 10 lançamentos de livros e 250 visitas guiadas e percursos orientados.

A contabilidade é feita pelo Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR) que, a 23, 24 e 25 de Setembro promove as Jornadas Europeias do Património

Nos Açores, segundo o programa divulgado recentemente, a iniciativa vai contemplar 31 eventos, repartidos por oito das nove ilhas.

Trata-se de uma iniciativa anual do Conselho da Europa e da União Europeia, que envolve cerca de 50 países e que visa a sensibilização dos cidadãos europeus para a importância da salvaguarda do Património, elaborando-se, anualmente, um programa de actividades a nível nacional acessível gratuitamente ao público.

Paisagem urbana

Este ano as jornadas definem a sua programação em torno do tema: “Património e Paisagem Urbana”.

Segundo a organização “pretende-se sensibilizar os cidadãos para a necessidade de proteger e valorizar as características da paisagem nas cidades, vilas e aglomerados urbanos, entendida no seu sentido mais amplo. O património e a paisagem urbana são indissociáveis, a partir do momento em que a ideia de paisagem urbana é abrangente e reflecte todos os valores sociais, naturais, culturais, urbanísticos, arquitectónicos e arqueológicos que aí se encontram”.

“O património e a paisagem urbana, nas suas múltiplas manifestações, documentando a história e o desenvolvimento da sociedade, contribuem, decisivamente, para a diferenciação de identidades. As cidades, vilas e aglomerados urbanos são recursos únicos que têm de ser protegidos e valorizados, apesar dos problemas que lhes são inerentes por serem organismos em constante transformação, como a desertificação dos centros históricos e tradicionais e a tendência para a sua descaracterização”.

31 eventos nos Açores

Na ilha Terceira, o Museu de Angra do Heroísmo estará, dia 24 de Setembro, entre as 14H00 e as 19H00, aberto para visita orientada aos núcleos de povoamento nos concelhos de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória; e entre as 19H00 e as 23H00 organiza um jantar, seguido de projecção imagens/filmes antigos que permitam percepcionar a evolução da paisagem terceirense. Ainda na Terceira, a Marinha/Autoridade Marítima Nacional abre portas para visitas guiadas ao público em geral ao Farol das Contendas nos dias 23, 24 e 25 de Setembro, entre as 14H30 e as 17H00.

Na Graciosa, a 23 de Setembro, pelas 10H00, o Barracão dos Botes Baleeiros de Santa Cruz, do Museu da Graciosa é ponto da programação do IGESPAR com deslocações à vigia da baleia d'Ajuda e aos Caldeiros da Barra sobretudo para visitas guiadas ao público escolar. Nesta ilha, o Farol da Ponta da Barca estará aberto ao público em geral.

Nas Flores, “Aproximações” é a exposição de fotografia da autoria de Jorge Barros que percorreu Portugal e “fotografou a alma de um povo. A todos une numa identidade comum, que nos individualiza no contexto global”, referem os promotores, nomeadamente, o Museu das Flores e o Instituto Açoriano de Cultura. A exposição, patente neste museu, pode ser apreciada nos dias úteis entre as 09H00 e as 12H00 e as 14H00 e as 17H00. As Jornadas Europeias do Património incluem ainda, nesta ilha, uma visita ao Farol do Albarnaz, entre as 14H00 e as 17H00.

Percurso “Horta sobre Rodas”

No Faial, a Câmara Municipal da Horta e as empresas municipais Urbhorta e Hortaludus organizam diversas iniciativas. A 23 de Setembro, pelas 10H00, no Banco de Exposições (antigas instalações do Banco de Portugal), será organizado um peddy –paper denominado de “Vamos descobrir o património da Horta” destinado ao público escolar (2º e 3º ciclo), mas igualmente aberto às populações em geral. Neste mesmo dia, no Teatro Faialense, às 20H30, terá lugar a Conferência “Arquitectura baleeira da cidade da Horta” pelo arquitecto Delfim Marques.

No dia 24, as mesmas entidades municipais disponibilizam ao longo do dia, no Quiosque de Turismo, localizado no Largo do Infante, o “Horta sobre rodas”, um percurso patrimonial através das “Hortabikes” e à noite, pelas 21H30, na Torre do Relógio apresentam “Badaladas com História”, uma projecções de fotografias antigas da cidade da Horta sobre a Torre do Relógio.

No Pico, além do espólio visitável dos três Museus de ilha – Museu dos Baleeiros, Museu da Indústria Baleeira e Museu do Vinho –, no Núcleo da Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico, na Criação Velha, a autarquia da Madalena do Pico vai promover um trilho comentado das vinhas,dia 23 entre as 09H00 e as 12H00 a alunos da EBS de São Roque do Pico e das Lajes do Pico. Semelhante iniciativa decorrerá no Núcleo da Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico em Santa Luzia, prevendo-se a partilha de experiências e de registos fotográficos dos participantes nos diferentes trilhos. A 25, entre as 17H00 e as 22H00 haverá a recriação de uma tarde e noite de vindimas com convívio, jantar e prova de vinhos, animado com a actuação de grupos folclóricos e noite de chamarrita. Ao longo dos quatro dias das Jornadas, o Farol da Ponta da Ilha estará aberto.

Ponta Delgada “Cidade in-visível”

Em São Miguel, o Museu Carlos Machado é o promotor dos eventos, seja da maratona fotográfica “A Cidade in-visível”, a partir da qual se fará uma mostra, seja de roteiros temáticos em Ponta Delgada. No dia 24, no Núcleo de Santa Bárbara, às 17H30, está agendada a conferência “Arquitectura e Urbanismo”. Pedro Borges, Igor França, Isabel Albegaria, Jorge Col são os convidados, alguns dos quais orientadores de uma visita à cidade. Nesta ilha, o programa das jornadas contempla ainda, durante todo o dia de 23, no mesmo Núcleo de Santa Bárbara os ateliers educativos “Vamos Construir uma Cidade ideal, mais humana” para um público infantil.

Ainda em São Miguel, a Câmara Municipal da Ribeira Grande promove, a 23 pelas 10H00, o peddy-papper “Uma viagem pelo Convento de Nª Sr.ª de Guadalupe”, bem como uma visita às obras de restauro deste imóvel. No dia 24, neste mesmo concelho, haverá uma rota patrimonial ao conjunto protegido da zona Histórica da cidade. De referir ainda que as visitas ao Farol do Arnel, em São Miguel, estão incluídas na programação das jornadas.

Em Santa Maria, os faróis de Gonçalo Velho e da Ferraria estarão abertos nestes dias, tendo o Museu de Santa Maria e a Associação Juvenil da Ilha de Santa Maria prevista uma visita a Vila do Porto e em São Jorge, estará aberto o Farol da Ponta do Topo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: A União, 16-09-2011

http://www.auniao.com/noticias/ver.php?id=25267




Quiosques de Turismo




Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados