É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

Turismo vai render mais de 8 mil milhões

Quarta-Feira, dia 26 de Outubro de 2011

Portugal registou, até agosto, mais dois milhões de dormidas de estrangeiros na hotelaria do que em igual período do ano anterior. No mês de agosto, registaram-se mais de 1200 milhões de euros de receitas turísticas externas, valor mensal esse nunca anteriormente atingido, segundo dados Banco de Portugal, e, até final do ano, o país deve atingir os 8 mil milhões.

No total, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), foram registados nos primeiros oito meses do ano 28,2 milhões de dormidas, das quais mais de 18 milhões foram de estrangeiros.

Em comunicado, o Turismo de Portugal adianta que os dados reafirmam, assim, o "modelo do turismo português caracterizado por cerca de dois terços de estrangeiros e um terço de turismo interno".

Segundo as previsões do Turismo de Portugal, este ano, Portugal ultrapassará os 40 milhões de dormidas e, muito provavelmente, os 8000 milhões de euros de receitas do Turismo.

Mesmo "considerando o arrefecimento da procura interna, em resultado da crise económica que afeta o nosso País, a verdade é que a procura de estrangeiros tem superado largamente os números dos anos anteriores e tem conduzido o saldo da balança turística a um crescimento muito apreciável, já superior a 13 por cento", pode ler-se mais à frente.

O Brasil, com mais 26,4 por cento, o Reino Unido, com mais 18,5 por cento, e a França, com mais 19,8 por cento, constituíram a base principal de crescimento das dormidas de estrangeiros ao longo dos primeiros oito meses deste ano.

Quanto às regiões responsáveis por esse crescimento, destacam-se o Algarve com quase 800 mil dormidas a mais, a Madeira com mais 550 mil e Lisboa com mais 400 mil.

Este ano, o Algarve ultrapassou, até agosto, os 10 milhões de dormidas totais, Lisboa superou os 6 milhões e a Madeira quase atingiu os 4 milhões.

Em percentagem, foi o Alentejo que mais cresceu, apresentando mais 30 por cento de dormidas de estrangeiros, seguido da Madeira com quase 20 por cento, do Centro com 14 por cento e do Norte e Algarve, ambos com cerca de 12 por cento.

Todas as regiões do País apresentam já mais de um milhão de dormidas totais, à exceção do Alentejo e dos Açores, regiões que, no entanto, atingirão certamente esse montante até final do ano.

Fonte: TVnet, 26-10-2011

http://tvnet.sapo.pt/noticias/detalhes.php?id=69533




Quiosques de Turismo




Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados