É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

Mergulho açoriano APOSTA EM MERCADOS COM PODER DE COMPRA

Sexta-Feira, dia 20 de Janeiro de 2012

Integra o lote de dezasseis empresários açorianos que marcam presença, a partir de amanhã, da Feira BOOT em Dusseldorf, um dos maiores certames promocionais europeus do mergulho. Miguel Ângelo, um operador marítimo-turístico da ilha do Pico destaca a importância da promoção das ilhas em mercados com poder de compra.

De passagem pela ilha Terceira, a caminho de uma das maiores feiras de mergulho da Europa, a Feira Boot em Dusseldorf, Miguel Ângelo, operador marítimo-turístico sedeado em São Roque do Pico encara este evento promocional como uma forma de pôr os estrangeiros a “falar sobre os Açores” com o horizonte de uma deslocação à região.

O responsável pela “Sporfish - Actividades Marítimo Turísticas” esteve igualmente presente na última em feira de mergulho em Paris, que decorreu recentemente.

Para este empresário picoense, que integra um grupo de dezasseis operadores locais que a partir de amanhã e até 29 de Janeiro está na Alemanha a divulgar os seus serviços e produtos, o turismo açoriano “ainda tem tudo por fazer”, porém, estas presenças promocionais em mercados como o francês e o alemão são “muito boas” e “bem pensadas” porque são “são sociedades, são mercados com bastante poder de compra”.

DESTINO AÇORIANO É BARATO

Segundo Miguel Ângelo “há destinos internacionais, nesta área, já consolidados mas os Açores, com as suas óptimas condições, apesar de ainda não estarem suficientemente divulgados, acabam por ser destinos mais baratos”, referindo-se por comparação com os casos das Caraíbas, Maldivas ou ilhas Caimão.

Questionado acerca do retorno que este tipo de iniciativas de promoção tem nos operadores açorianos, o empresário é cauteloso: “vamos esperar para ver”.

Sobre a realidade do sector turístico relacionado com o mar nas ilhas, assente em pequenas empresas, de natureza familiar, sustentáveis, na sua maioria, como segunda actividade e com dividendos sazonais, Miguel Ângelo refere que “mais do que as infra-estruturas, o tipo de embarcações que possam existir, o que interessa é a experiência, e nisso as condições naturais dos Açores são únicas”.

Refere que está empenhado na “SportFish” com “paixão”, um sentimento que, contudo, ao nível da viabilidade económica da actividade ainda deixa muito a desejar: “neste momento viver só disto nas ilhas é muito difícil”.

AÇORES COM STAND EM DUSSELDORF

A Associação Regional de Turismo (ART) e a Associação de Turismo dos Açores (ATA) marcam presença, de 21 a 29 de Janeiro, na maior feira de mergulho da Europa, em Düsseldorf na Alemanha, na qual se prevê a presença de cerca de vinte expositores de todo o mundo.

No certame, as associações açorianas dispõem de um stand de 50 metros quadrados onde se estarão promovidos cerca de dezasseis empresários de mergulho de seis das nove ilhas dos Açores, nomeadamente Faial, Graciosa, Pico, Terceira, São Miguel e Santa Maria.

“A maioria dos empresários encarou este momento como uma oportunidade para promoção dos seus serviços e para potenciar as suas relações comerciais junto do mercado Alemão, especialmente após a experiência tida 2011, em que a presença da Região foi de menor dimensão, tendo, no entanto, se feito sentir resultados nesse mesmo ano, com um aumento do número de mergulhadores por parte dos centros que visitaram a feira”, refere nota informativa da ART.

MAIS MERGULHO NAS ILHAS EM 2012

“Para 2012 houve a aposta da Região em procurar um destaque maior entre os principais destinos de mergulho a nível mundial, com o objectivo de se captar mais mergulhadores para Região. Por norma o mergulhador tem um perfil adequado para o tipo de turismo que pretende para os Açores, uma vez que procura na maioria das vezes produtos complementares quer para ocupação própria durante os momentos em que não estão a mergulhar, quer para os membros da família que acompanham os mergulhadores e não praticam a actividade”, denotam os promotores.

Durante os dez dias de feira, estão previstas cinco apresentações no auditório da feira sobre o destino Açores, tendo como complemento um filme com cerca de cinco minutos com imagens do fotógrafo subaquático Nuno Sá, que acompanha a comitiva e participará nas acções de promoção no espaço dos Açores.

A organização levará ainda uma mostra de produtos regionais para a recepção de potenciais interessados em visitar a região, quer operadores, quer revistas da especialidade bem como os próprios visitantes.

Para além destas apresentações, a Região terá igualmente uma apresentação no dia 24, na Nautical Showcase from Portugal, evento integrado na feira Boot.

Fonte: A União,

http://www.auniao.com/noticias/ver.php?id=26729




Quiosques de Turismo




Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados