É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

Guia cultural do Pilar vai ser lançado

Quarta-Feira, dia 22 de Fevereiro de 2012

O guia cultural e turístico vai ser lançado a 28 de Fevereiro, às 19h00, no Centro Cívico do Pilar da Bretanha.

O guia cultural e turístico dedicado à freguesia do Pilar é lançado no próximo dia 28 e é já a 13ª publicação do conjunto de 20 que o projecto editorial da Câmara de Ponta Delgada em parceria com a ARDE dedica às freguesias não citadinas do maior concelho açoriano.

Intitulada “Pilar da Bretanha Marcas de um passado no presente”, a publicação é da autoria da jornalista Magda Neto e do fotógrafo Victor Melo. No livro, a autora do texto fala de um lugar em que a paisagem, feita de pastagens e de pequenos aglomerados de floresta, forma como que uma tradicional manta de retalhos e fala de uma freguesia onde “é inevitável constatarmos” que “é um dos muitos recantos na Região onde é possível experienciar o ‘ser açoriano’ na sua essência”.

É que, segundo revela a jornalista Magda Neto, no “Pilar da Bretanha a vida corre a um ritmo próprio, sem as correrias incessantes dos meios urbanos. Há uma calma que nos invade, apenas possível em meios rurais, onde nos lembramos do que realmente é importante. Aqui o sentido de família e de vida em comunidade assumem o seu verdadeiro significado e importância”.

“Pilar da Bretanha Marcas de um passado no presente” fala de um identidade local, muito própria dos meios rurais, das localidades cuja pequenez territorial é tão só um sinal da grandeza dos valores e tradições que unem um povo pela sua idiossincrasia.

O relato de “Pilar da Bretanha Marcas de um passado no presente” é complementado pela sensibilidade da imagem, pela atenção ao pormenor que o fotógrafo Victor Melo dá à ilustração de um guia que transpira o afecto que acompanha a “descoberta” do Pilar da Bretanha.

O Pilar da Bretanha é a mais pequena freguesia do maior concelho dos Açores, com 760 habitantes. O Presidente da Junta de Freguesia, cita Gaspar Frutuoso, para falar de uma terra “alta e grossa”, que “fez de nós homens de esperança”.

José Manuel Botelho de Carvalho diz que os habitantes do Pilar são “herdeiros de uma combatividade trazida nos idos anos do século XVI, por bretões, alentejanos ou outros quaisquer, somos hoje uma comunidade que se orgulha da sua terra, das suas tradições e das suas conquistas”.

Segundo o responsável autárquico, um dos momentos mais importantes do Pilar foi obtido a dez de Junho de 2002, “quando a nossa terra foi elevada a freguesia”.

Na mensagem que escreve no guia dedicado ao Pilar, a presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Berta Cabral, afirma que “da sua história, do seu património e das suas raízes culturais, podemos ilustrar, nesta freguesia, o contributo do poder local que, pela proximidade que tanto valoriza e executa, demonstra capacidade em transformar problemas em desafios concretizáveis e solucionáveis. Pelas famílias, desde as crianças aos idosos, investir nas funções socioculturais é e tem que ser sempre uma prática prioritária”.

Berta Cabral considera que “deste retrato que agora chega a todos aqueles que gostam e querem saber mais sobre o nosso concelho e, acima de tudo, sobre o que ele tem para oferecer, quer em capital físico, quer na imensidão de partilha humana, é momento de folhear e visitar o Pilar”, apela a responsável.

 A 28 de Fevereiro, às 19h00, no Centro Cívico do Pilar da Bretanha, a mais pequena freguesia revelar-se-á no âmbito de um projecto que pretende incitar à descoberta de cada uma das localidades não citadinas de Ponta Delgada.

Fonte: Jornal Diário,

http://www.jornaldiario.com/ver_noticia.php?id=39835

 

 




Quiosques de Turismo




Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados