É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

Açores aprovam proposta de promoção do turismo religioso

Sexta-Feira, dia 20 de Abril de 2012

O Parlamento Regional dos Açores aprovou quarta-feira, por unanimidade, o projecto de resolução que havia sido apresentado pelo CDS-PP e que recomenda que o Governo Regional o desenvolvimento de “uma importante campanha de promoção das potencialidades do turismo religioso na Região”.
A proposta, que havia sido apresentada em Outubro passado, evidencia as potencialidades religiosas açorianas, destaca as conclusões de um estudo do Observatório Regional do Turismo e lembra que o CDS é apologista da promoção turística temática da Região, de acordo com o portal Azoresdigital.
“O Turismo é uma actividade económica que cria uma cadeia de valor muito importante para a sustentabilidade da nossa economia. Para que esta actividade tenha sucesso é preciso que o produto oferecido seja atractivo para os diferentes públicos-alvo, seja um produto de carácter natural, cultural, tradicional ou eventos devidamente agendados”, considerou o deputado do CDS-PP responsável pela apresentação da proposta, Pedro Medina.
De acordo com o deputado açoriano, o desenvolvimento sustentável do turismo passa pela sua divulgação temática, pelo que, defende Pedro Medina, é necessário “posicionar o destino Açores, através de uma adequada estratégia de promoção, não como um destino de massas, mas como um destino que proporciona experiências turísticas que sejam diversificadas e que tenham qualidade”.
Para o CDS-PP, o turismo religioso é um dos segmentos prioritários para o turismo açoriano, uma vez que, defende Pedro Medina, “foi através da religiosidade, que a Açorianidade ganhou uma expressão mundial”, como é o caso da festa do Divino Espírito Santo que, além dos Açores, é também assinalada na nos Estados Unidos, Canadá e Brasil”.
Na opinião do deputado democrata-cristão, o turismo religioso é um segmento que interessa a vários públicos e nas mais diferentes regiões do globo, pelo que tanto a hotelaria como a restauração só podem ter a ganhar com a aposta nesta vertente turística.
“Existem, em vários pontos do globo, públicos interessados na vertente religiosa dos locais que visitam, existindo mais-valias para a hotelaria e restauração e tem impacto económico que não deve ser menosprezado”, defendeu Pedro Medina, lembrando que “a notoriedade do destino Açores, reconhecida pela revista National Geographic Traveller, ressalva a vertente religiosa como um dos pilares do turismo açoriano”.
Com a aprovação da proposta do CDS-PP, o Governo Regional deverá agora incorporar o turismo religioso no plano de promoção do destino, desenvolvendo acções em colaboração com as entidades do Sector Público Empresarial Regional, que possam ter um papel relevante na intervenção nesta área.

 

 

 

 

Fonte: Turisver,

http://www.turisver.com/article.php?id=56671




Quiosques de Turismo




Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados