É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página.
Clique aqui para mais informação.

Notícias

Turismo dos Açores está com resultados “muito satisfatórios”, Carlos César

Segunda-Feira, dia 10 de Setembro de 2012

O presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, avalia como “muito satisfatórios” os resultados do turismo nos Açores, destacando “a renovação e diversificação de mercados”, que levou a que a hotelaria deixasse de estar dependente em cerca de 70% das dormidas de residentes no Continente.
“Hoje, estamos ligados directamente a mercados como a Dinamarca, a Suécia, a Alemanha (com 3 “gateways”), o Reino Unido, a Holanda, a Bélgica e a Espanha, para além dos Estados Unidos e do Canadá. Diversificámos a procura, tornámo-nos menos dependentes do mercado nacional, qualificámos a oferta e temos de continuar a incentivar a animação turística”, sublinhou, depois de destacar que “há pouco mais do que uma década, o turismo era um sector sem perspectivas nos Açores e completamente residual no contexto económico regional”.
“Fizemos já um caminho” - prosseguiu, sem deixar de frisar que o executivo açoriano tem “a consciência do muito que falta percorrer para nos inserirmos eficientemente nas tendências do mercado e atingirmos níveis de maturidade nesta actividade que é muito recente entre nós”.
“Estamos, pois, ainda, numa fase de afirmação do nosso estatuto de região turística, mas hoje somos, progressivamente, mais conhecidos no exterior e já são em maior número os operadores turísticos que nos procuram”, concluiu Carlos César, que fez o contraponto com um passado recente, “já depois da instalação do primeiro governo regional”, em que “os Açores permaneceram injustificadamente fechados face ao exterior em termos de acessibilidades como em termos económicos”, o que acarretou “ainda maiores atrasos”.
Os dados mais recentes do INE relativos às dormidas na hotelaria no primeiro semestre indicam que nos Açores há uma queda de 7,8%, para 389.820, decorrente de um decréscimo de 16,5% nas pernoitas de residentes em Portugal, para 186.979, apenas parcialmente compensada por um aumento de 1,9% dos mercados internacionais, para 202.841 (52% do total).
Os dados do INE mostram ainda que, porém, quando se compara com 2008, pré-crise económico-financeira mundial, a hotelaria dos Açores têm uma queda das dormidas em 23,6%, neste caso com quedas de 22,6% nas dormidas de residentes em Portugal e de 15% dos mercados internacionais.

Fonte: Presstur,

http://www.presstur.com/site/news.asp?news=38721






Quiosques de Turismo




Recomendar este sítio a um amigo Copyright © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados